27 setembro, 2010

Orientação para receber a Eucaristia

Como receber a Sagrada Comunhão? 

Para receber a Sagrada Comunhão, com todo o respeito que Jesus merece, devemos cuidar de alguns aspectos fundamentais:

·         Apresentar-se decentemente vestido, com modéstia, dignidade, elegância e limpeza. Nunca ir comungar de bermudas, calções, blusas decotadas e sem mangas, chinelos etc.. É, antes de tudo, uma questão de respeito e amor para com Jesus.
·           Na fila da Comunhão, manter a devida compostura e respeito.  Ao chegar na frente do sacerdote que lhe dará a Sagrada Comunhão, fazer uma inclinação do corpo, como sinal de respeito ao Senhor.
·         O sacerdote dirá: "O Corpo de Cristo". Responda, em voz alta e clara: "AMÉM". É seu assentimento, sua manifestação de fé na presença real do Senhor na Eucaristia.
·         Você poderá comungar de duas maneiras: ou recebendo o Corpo do Senhor diretamente na boca (para isto, abra bem a boca e coloque a língua para fora) ou poderá  estender a mão esquerda aberta, espalmada para cima, com a mão direita embaixo. O sacerdote colocará a Sagrada Comunhão nesta mão e aí, NA FRENTE DO SACERDOTE, você levará a Sagrada Comunhão à própria boca, com a mão direita.

             
   A SAGRADA EUCARISTIA


O que é a Eucaristia?                           

Os hebreus, enquanto peregrinavam pelo deserto, foram sustentados por Deus com um alimento celeste: o maná. Era a "figura" do alimento verdadeiro, divino, com o qual o Redentor haveria de alimentar e sustentar os fiéis na fatigante viagem pelo deserto da vida:  a EUCARISTIA.

"Eu sou o Pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Mas este é o pão que desceu do céu, para que o que dele comer não morra. Eu sou o pão vivo que desci do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente; e o pão que eu darei é a minha carne que será sacrificada para a salvação do mundo" . (João 6,48-52).

Na véspera de sua morte, enquanto os homens tramavam a traição, Jesus reuniu seus Apóstolos num último convívio de amor e instituiu o Sacramento que é o supremo Dom de seu Coração cheio de amor por nós.

"Tomai e comei, isto é o meu corpo; tomai e bebei, este é o cálice do meu sangue, que será derramado por vós e por muitos, em remissão dos pecados".

Está realizado o grande prodígio. Na Encarnação, Jesus escondeu a sua divindade, para que pudéssemos vê-lo como um de nós. Na Eucaristia esconde não só a sua divindade, mas também a sua humanidade, debaixo das aparências de pão e vinho, para assim poder ser nosso alimento.

Quando é que o pão e o vinho se tornam Corpo e Sangue de Jesus?      

Na Santa Missa,  no momento da consagração, inclinado sobre o altar, o sacerdote repete as mesmas e misteriosas palavras que Jesus pronunciou na última Ceia: "Isto é o meu corpo, este é o cálice do meu sangue". Assim como na última ceia e em virtude destas palavras, toda a substância do pão e toda a substância do vinho convertem-se no Corpo e no Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. A Igreja chama a esta maravilhosa conversão de "transubstanciação", isto é, mudança total de substância. Antes da consagração, a hóstia e o vinho não eram mais que elementos naturais. Depois da Consagração, o pão tornou-se o Corpo do Senhor e o Vinho o Sangue preciosíssimo de Jesus. Todos os dias, inúmeras vezes e em todas as partes do mundo, renova-se o milagre da última Ceia, que antecipou o sacrifício da cruz: "Fazei isto em memória de mim", disse Jesus aos Apóstolos.

"Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mateus 28,30)

Depois da consagração, não fica nada do pão e do vinho, somente as "aparências". E quando, na hora da Sagrada Comunhão, se divide a hóstia em várias partes, não se divide o Corpo de Jesus Cristo, mas somente as espécies do pão e do vinho. O Sacramento da Eucaristia encerra o maior milagre de nossa fé.

O que é necessário para fazer uma comunhão bem feita?                           

São três as exigências básicas para se receber dignamente a Sagrada Eucaristia: 

·        Estar em estado de graça santificante: Não ter na alma pecado grave
·        Saber a quem se vai receber, na Comunhão: É Jesus nosso alimento
·        Guardar o jejum prescrito pela Igreja: 1 hora antes da Comunhão
                                                                     
A Comunhão aumenta na alma a graça santificante, purifica-a, une-a a Deus e se torna alimento que leva à vida eterna. Infeliz de quem recebesse a Sagrada Comunhão em pecado mortal! Não se pode esquecer as palavras do Apóstolo São Paulo, na 1 Carta aos Coríntios, 11,28-29:

"...que cada um examine a si mesmo antes de comer desse pão e beber desse cálice, pois aquele que come e bebe, sem discernir o Corpo, come e bebe a própria condenação."

A Eucaristia é o mais augusto dos sacramentos. Nos demais sacramentos, recebe-se a graça. Na Eucaristia recebe-se o autor da graça. Pelo respeito devido à Eucaristia, a Igreja estabeleceu o jejum eucarístico de 1 hora antes da Comunhão.

Devemos comungar sempre, todos os domingos, todos os dias até, se possível, mas nunca indignamente!                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...