25 setembro, 2010

Seminário de Vida no Espírito Santo - Manual - Parte 2

FORMAÇÃO PARA SERVOS DO PASTOREIO

PRIMEIRO ENSINO


SERVIÇO DO PASTOREIO PARA O SVE


I – INTRODUÇÃO
(Pedir oração)


1. APRESENTAÇÃO DO FORMADOR


- Nome, estado civil, ...


2. MOTIVAÇÃO


a) Todos somos chamados a colaborar com o Reino de Deus. Jesus nos deixou uma grande e bonita missão: cuidar do rebanho do Pai. Zelar pelo bem mais precioso: os filhos de Deus(João 21,15-17)


b) Somos convidados a participar da reunião, da grande festa dos peregrinos do Reino. E, mais, estamos sendo, hoje, impulsionados pelo Espírito Santo, a dizer sim ao carisma do pastoreio, dizer sim a esse chamado de amor, juntamente com Deus, por Ele e com Ele, conduzir as ovelhas pelo Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14,6).


c) Abrir o coração para o carisma do pastoreio é um sinal sensível de que estamos cumprindo a missão de Jesus, que é a missão da Igreja: evangelizar, anunciando a Boa Nova, a Salvação (Ef 4,13-14).


3. APRESENTAÇÃO DO ENSINO


a) TEMA: SERVIÇO DE PASTOREIO PARA O SVE


b) Itens:


b.1) Conceito


b.2) Finalidades


b.3) Necessidade 


b.4) Conseqüências da falta de pastoreio (Ez 34)


II – DESENVOLVIMENTO


1. CONCEITO


- Serviço de pastoreio para o SVE é o acompanhamento espiritual e catequético que se presta aos evangelizandos que participam desse Seminário ou que dele participaram recentemente.


2. FINALIDADES


a) Interceder constantemente pelos evangelizandos


b) Auxiliar no estudo da Sagrada Escritura


- Conduzir a Jesus, Esperança, Salvação


- Desenvolver o gosto pela meditação da Sagrada Escritura e o hábito de praticá-la


- Desenvolver o gosto pela oração pessoal e o hábito de praticá-la


c) Auxiliar nos primeiros passos da conversão


- Sanar dúvida


- Acompanhar os evangelizandos e orar para cura interior quando necessário


d) Auxiliar na iniciação da vida carismática


- Sanar dúvidas sobre os carismas


- Orar para confirmar os dons recebidos


- Praticar os carismas com os evangelizandos


e) Auxiliar nos conhecimentos básicos da Igreja como comunidade de cristãos


- Acolher os evangelizandos pessoal e fraternalmente.


- Ser para os evangelizandos um testemunho de comunidade.


- Ajudar os evangelizandos a compreenderem melhor a missão do leigo (ser cristão consciente e renovado na prática dos sacramentos e dos carismas, ser Igreja – Sacramento vivo – e comprometer-se com a missão do leigo mundo).


- Ajudar os evangelizandos a compreenderem a significado de ser “a imagem de Cristo no mundo”.


3. NECESSIDADE


a) Vemos a necessidade do pastoreio a partir da dificuldade que temos de assumir aquilo que não compreendemos.


b) Sem compreensão do que se ouve não poderá existir uma boa prática, isto é, conversão, vida nova, vida carismática, etc


c) Refletir sobre Mt 13,19


4. CONSEQÜÊNCIAS DA FALTA DE PASTOREIO


Ezequiel 34


III – CONCLUSÃO


1. RESUMO


a) Recapitulação (retomar itens)


b) Avaliação (indagações, sanar dúvidas, complementar, etc.)


c) Fecho (fixação-síntese)


2. CONVITE À AÇÃO


3. ORAÇÃO FINAL


- Orar, pedindo ao Espírito Santo que nos dê o dom do entendimento para compreendermos o serviço do pastoreio, bem como a capacidade de praticá-lo.


Amém. Obrigados. Deus os abençoe.



SEGUNDO ENSINO


O SERVO DO PASTOREIO PARA O SVE


I – INTRODUÇÃO
(Pedir oração)


1. APRESENTAÇÃO DO FORMADOR


- Nome, estado civil, ...


2. MOTIVAÇÃO


3. APRESENTAÇÃO DO ENSINO


a) TEMA: O SERVO DO PASTOREIO PARA O SVE


b) Itens:


b.1) Conceito


b.2) Requisitos mínimos para ser servo do pastoreio


b.3) Ferramentas e equipamentos


b.4) Seguir bons modelos


II – DESENVOLVIMENTO


1. CONCEITO


- O Servo do pastoreio para o SVE é a pessoa cujos carismas e demais aptidões a credenciaram a serem chamadas para realizar o acompanhamento espiritual e catequético dos evangelizandos que participam desse Seminário ou que dele participaram recentemente.


2. REQUISITOS MÍNIMOS PARA SER SERVO DO PASTOREIO


a) Ser chamado para a função


b) Vida de oração


c) Desapego (dar a vida pelas ovelhas, Jo 10,11.15)


d) Saber praticar os carismas (em prol do pastoreio, durante o pastoreio).


e) Prontidão para o perdão


f) Discrição


- Guardar sigilo das partilhas


- Embora as partilhas não sejam um ato de confissão sacramental, o amor e o respeito que se deve a quem partilha precisa ser tão grande quanto o que o sacerdote concede aos penitentes, sob pena de perda da autoridade espiritual para o pastoreio.


g) 1 Tm 3,1-6


- Caráter e vida irrepreensível


- Fidelidade ao matrimônio


- Prudência


- Sobriedade


- Ser pacífico


- Hospitalidade (acolher bem as pessoas)


- Apto a ensinar (gostar de ensinar, mesmo que sejam pequenas coisas em partilha)


- Não ter vícios


- Saber fugir de contendas (mesmo que sejam pequenas discussões)


- Não ser ganancioso


- Administrar com harmonia a própria casa


- Não ser neófito (sempre que for possível é bom que seja alguém experiente na vida cristã)


- Ser pessoa de bom testemunho entre as pessoas que não são da Renovação


- Seriedade e responsabilidade


- Guardar a fé com consciência pura


f) Jr 3,15


- Conhecimento


- Sabedoria


g) 1Pd 5,2-3


- Boa vontade para pastorear


- Não forçar o pastoreio e não abandonar as ovelhas difíceis


- Não exercer nenhuma espécie de domínio sobre as ovelhas


- Não pastorear por nenhuma espécie ganância (material, psicológica ou espiritual)


h) Tt 1,7-9; 2,7; Is 40,10-11 e Jo 10,10-16


3. FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS


a) Carismas


- Antes e depois do pastoreio: oração para ouvir o Senhor e interceder pelas ovelhas


- Durante o pastoreio: ciência, discernimento, sabedoria, profecia, cura, libertação, conselho, ensino, etc


b) Cajado


- Autoridade espiritual (autoridade de servo do pastor)


- Nossa autoridade nos é dada pelo Espírito Santo que recebemos em nosso Batismo


c) Bordão


- Correção fraterna


= Conduz a ovelha pelo Bom Caminho, corrigindo a sua rota (Jesus, Jo 14,6)


= Defende a ovelha


= Impede que a ovelha caia em “armadilhas”, em pecado, em tentação


d) Funda


- Intercessão


= Atira “pedras” no inimigo


e) Óleo


- Unção


= O Espírito Santo nos unge para missão e nos capacita para ministrar (pedir) a unção para as ovelhas.


= A unção cura (Cura física, espiritual e interior)


f) Alforje (bornal, capanga, embornal)


- Oração pessoal


= Do bornal o pastor tira outros equipamentos e ferramentas do pastoreio


= Sem alforje o servo do pastoreio estaria irremediavelmente sem equipamentos e ferramentas


4. SEGUIR BONS MODELOS


a) Ezequiel 34 (evitar as atitudes dos maus pastores)


b) Seguir o exemplo dos bons pastores


- Jesus


- Pedro


III – CONCLUSÃO


1. RESUMO


a) Recapitulação (retomar itens)


b) Avaliação (indagações, sanar dúvidas, complementar, etc.)


c) Fecho (fixação-síntese)


2. CONVITE À AÇÃO


3. ORAÇÃO FINAL


Amém. Obrigados. Deus os abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...