26 setembro, 2010

Seminário de Vida no Espírito Santo - Manual – Parte 5

SEXTO TEMA - CURA INTERIOR NA ECONOMIA DA SALVAÇÃO

I - INTRODUÇÃO
            (pedir oração)
1 – Apresentação do pregador (nome, estado civil, paróquia, pastoral)
2 – Apresentação da pregação
a) TEMA: CURA INTERIOR NA ECONOMIA DA SALVAÇÃO
b)  Itens:
b.1) CONCEITO SIMPLIFICADO DE SALVAÇÃO
b.2) AS DIMENSÕES DA SALVAÇÃO
b.3) CURA INTERIOR E SALVAÇÃO
3 - Motivação
-         Súmula da reunião do Conselho Arquidiocesano da RCC (junho/2000)

II - DESENVOLVIMENTO
1. CONCEITO SIMPLIFICADO DE SALVAÇÃO
- Exemplo de alguém que está prestes a morrer e é salvo

2. AS DIMENSÕES DA SALVAÇÃO
a)     Para a eternidade
b)     Em situações práticas de nossa vida
-         Exemplos bíblicos:
= João 8, 1-10 (Mulher adúltera)
= João 11,1-44 (ressurreição de Lázaro)

3. CURA INTERIOR E SALVAÇÃO
a)     Lucas 7,37-47 (carência, pecados e marcas do pecado)
b)     João 4,7-42
c)      Lucas 22,54-62
III PERORAÇÃO
-       Resumir a importância e a dinâmica da cura interior
-       Convite à ação
-       Oração Final
= Realizar oração de cura interior
Amém.
Deus os abençoe.


SÉTIMO TEMA - BATISMO NO ESPÍRITO SANTO


I - INTRODUÇÃO
            (Pedir oração)
1 – Apresentação do pregador
2 – Apresentação da pregação
a) TEMA: BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
b)  Itens:
b.1) A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO
b.2) CONCEITO
b.3) FUNDAMENTOS
b.4) FINALIDADE DO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
b.5) JESUS, O BATIZADOR
b.6) FRUTOS DO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
b.7) QUEM PODE SER BATIZADO NO ESPÍRITO SANTO
b.8) CONDIÇÃO PARA SER BATIZADO NO ESPÍRITO SANTO
b.9) QUANTIDADE DE BATISMOS NO ESPÍRITO SANTO
3 - Motivação
O Espírito Santo é o poder que Deus nospara que sejamos seus filhos de fato (João 1, 12; Romanos 8, 14-16; I João 3, 1a). Ele nos conduz (Catec. 1.266), nos capacita a vivermos como filhos de Deus e não como filhos do mundo.
II - DESENVOLVIMENTO
1. A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO
            a) Catec., 691
            b) Denominações
-         Paráclito (Catec., 692, João 14, 16.26; 15, 26; 16, 7)
-         Espírito de Verdade (Catec. 692; João 16, 13)
-         Espírito da promessa, Espírito da adoção, o Espírito de Cristo, o Espírito do Senhor, o Espírito de Deus, o Espírito da glória (Catec. 693
c) Símbolos
-         Água, Unção, Fogo, Nuvem, Luz, Selo, Mão, Dedo, Pomba (Catec., 694 a 701)
-         ÁGUA VIVA (João 7, 37-39)
d) Terceira Pessoa da Santíssima Trindade (Catec., 685.731)
2. CONCEITO
a) Batismo=> mergulho (Catecismo da Igreja Católica  - Catec. – 1.214)
b) Mergulho no Espírito Santo (Batismo NO Espírito Santo)
3. FUNDAMENTOS
a)     Bíblicos (Lucas 24, 49; Atos 1, 8; João 1, 33)
b)     Doutrinários (Catec. – 696.731-746.1.287.1699a, etc.)
c)      Tradição (Santo Tomás; Padre Domenico Grasso)
4. FINALIDADE DO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
a)     Encher-nos do Espírito Santo. Plenificar-nos do Espírito Santo
b)     Significado do “estar cheio” do Espírito Santo: PLERÓ (plero), cheio transbordando.
5. JESUS, O BATIZADOR
            João 1, 33
6. FRUTOS DO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
-         O próprio Espírito Santo, como dom ativo (Lc 24, 49)
-         Vida comunitária (Atos 2,42; 4,32-35)
-         O amor de Deus (o próprio Deus) Rm 5,5
-         Filiação divina (Jo 1, 12; Rm 8, 12-16; Catec. 736b)
-         Conversão (Jo 3, 3.5 => nascer de novo, nova criatura)
-         Caridade e seus frutos (Gálatas 5, 22)
-         Santidade (fortaleza para vencer o pecado, Rm 8, 15)
-         Herança divina (a mesma de Jesus, Rm 8, 17)
-         Carismas (oração em línguas)
= CVII 1.339
= Cat. 2003
= CL 24, segue abaixo:
“O Espírito Santo, ao confiar à Igreja-Comunhão os diversos ministérios, enriquece-a com outros dons e impulsos especiais, chamados carismas. Podem assumir as mais variadas formas, tanto como expressão da liberdade absoluta do Espírito que os distribui, como em resposta às múltiplas exigências da história da Igreja. A descrição e a classificação que os textos do Novo Testamento fazem desses dons são um sinal da sua grande variedade: ‘A manifestação do Espírito é dada a cada um para proveito comum. A um, o Espírito dá uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, segundo o mesmo Espírito; a outro a fé, no mesmo Espírito; a outro, o dom das curas, nesse único Espírito; a outro, a operar milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, o falar diversas línguas e a outro ainda o interpretar essas línguas’ (1 Cor 12, 7-10; cf. 1 Cor 12, 4-6. 26-31; Rm 12, 6-8; 1 Pd 4, 10-11).”
7. QUEM PODE SER BATIZADO NO ESPÍRITO SANTO
            VEJAMOS AGORA A QUEM JESUS DESEJA BATIZAR NO ESPÍRITO SANTO:
a)     Números 11, 29
b)     Joel, 3, 1-3
c)      Lucas 11, 13
d)     Catec. 1.287
8. CONDIÇÃO PARA SER BATIZADO NO ESPÍRITO SANTO
            Lucas 11, 13
9. QUANTIDADE DE BATISMOS NO ESPÍRITO SANTO
            a) Batismo sacramental (um apenas)
            b) Batismo no Espírito Santo
                        - Não existe limites (Mt 10, 1; Jo 20, 22; At 2, 1-4; 4, 24b-31)

III PERORAÇÃO
-       Demonstrou-se que o batismo no Espírito Santo sempre esteve presente na Igreja. Está bem fundamentado na Sagrada Escritura, na Sagrada Tradição e no Magistério da Igreja. É uma graça atual, para os nossos dias, como foi sempre. Milhares de pessoas o recebem dentro da Igreja Católica. Nos últimos anos centenas de teólogos católicos têm sido despertados pelo Espírito Santo para estudá-lo, entendê-lo e ensiná-lo, a partir de sua redescoberta, buscando suas raízes em nossas genuínas tradições.
-       Convite à ação
= Aceitemo-lo, destemidamente.
-       Oração Final
Amém.
Deus os abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...